Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Conhecer Cascais

Tudo sobre o concelho de Cascais.

Conhecer Cascais

Tudo sobre o concelho de Cascais.

História de Cascais

A ocupação romana da área que hoje constitui o concelho remonta ao Paleolítico Inferior, como o atestam os vestígios encontrados a norte de Talaíde, no Alto do Cabecinho (Tires) e a sul dos moinhos do Cabreiro. Durante o Neolítico estabeleceram-se aqui os primeiros povoados.

 

Cascais

 

Como testemunhos do período romano ficaram as "villae" de Freiria (São Domingos de Rana) e de Casais Velhos (Charneca), assim como um conjunto de dez tanques descobertos na Rua Marques Leal Pancada, em Cascais, parte de um complexo fabril para a salga de peixe. A presença árabe legou diversos topónimos, como, por exemplo, Alcoitão ou Alcabideche, terra natal do poeta Ibn Muqãna, nascido no início do século XI.

 

Na segunda metade do século XII, Cascais era uma pequena aldeia de pescadores e lavradores. Administrativamente dependente de Sintra, transformar-se-á, devido à situação geográfica privilegiada da sua baía, num porto de pesca concorrido. Assim, em 1364, os homens bons de Cascais obtiveram de D. Pedro I a elevação da aldeia a vila.

 

O movimento da baía cresceu no período inicial dos Descobrimentos. D. João II, em 1488, ordenou a edificação de uma torre defensiva. Mais tarde, em 1514, D. Manuel I concedeu o foral de vila.

 

Em 1580, as tropas espanholas desembarcaram em Cascais, conquistando a fortaleza e saqueando a vila. Após a restauração da independência, em 1640, construiu-se uma linha defensiva no litoral concelhio, ampliando-se e restaurando-se as fortificações existentes e construindo-se mais de uma dezena de baluartes.

 

Aquando do terramoto de 1755, a vila foi quase totalmente destruída, hecatombe a que se seguiu a ocupação durante a primeira invasão francesa (1807-08) e o período das lutas liberais.

 

A partir de 1859, com o início da construção da estrada ligando a vila a Oeiras e, depois, da estrada até Sintra, Cascais libertou-se da estagnação entretanto instalada. Em 1870, a família real decidiu começar a tomar banhos de mar em Cascais, adaptando os aposentos do governador da cidadela a Paço Real. A vila transformou-se na rainha das praias portuguesas.

Festas de rã

Estas festas foram apelidadas de rã porque rana em latim significa rã no dialético português. Esta festividade tem bastante destaque na freguesia de São Domingos de Rana.

 

Festas de rã

 

Realiza-se na primeira semana de junho e tem uma componente cultural e lúdica. A maior parte dos visitantes desloca-se à festa devido às atividades económicas. No século XXI, na festa de rã também se começou a realizar uma procissão em honra do padroeiro, São Domingos de Gusmão.

Nunes da Matta

O republicano Nunes da Matta foi uma personalidade que fez muito pelo desenvolvimento da freguesia de Parede. Doou vários terrenos para a construção de ruas, cedeu outros terrenos a pedido da Comissão Administrativa para a construção do marco fontenário e lavadouro em São Pedro do Estoril e influenciou a instalação do Sanatório de Sant'Ana.

 

Nunes da Matta

Parque Morais

Situado no coração da freguesia de Parede, fica o Parque Morais, do princípio do século XX, propriedade de Domingos José de Morais, a quem se deve o nome deste local público. Aqui existe um parque infantil, um pinhal com zona de merendas, uma lagoa com aves domésticas, um quiosque e ainda um amplo relvado.

 

Parque Morais